20 fevereiro 2014

SOBRE A PERFEIÇÃO

Não temos que ser perfeitos, mas sim fazer o nosso melhor (o qual pode sempre melhorar). Essa é a única responsabilidade a assumir. A imperfeição ou a fragilidade não são defeitos, mas aspetos inevitáveis da condição humana. Está tudo bem assim. É perfeito não ser perfeito.
ABT/NA 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.