16 janeiro 2015

SOBRE O CAMINHO

Se és sincer@ (verdadeir@ contigo), se és honest@ (verdadeir@ com os outros), se sabes da inerente vulnerabilidade do ser (humildade sempre, más ou boas horas), se compreendes que tudo o que acontece é fruto de semente anteriormente plantada nos omni-presentes processos da vida (sabedoria de que as pessoas e situações, más ou boas, que contigo se cruzam na tecedura da vida, não devem, não podem, ser objeto de ira ou vaidade tuas), então estás no teu verdadeiro caminho, i.e., no bom e único caminho.
ABT/NA