11 maio 2017

VESAK 2017

Hoje é o Dia de Buda -- a lua cheia do mês indiano de Vesak -- em 2017 comemorado pelos seguidores da sua mensagem.
Considerado por muitos como o ser humano mais extraordinário da história conhecida da humanidade, o seu ensinamento veio a dar origem à religião budista, embora ele próprio nunca tenha reivindicado ser algo além de um ser humano sem qualquer inspiração de algum deus ou poder externo e atribuindo, pelo contrário, toda a realização e resultados à inteligência e empenho humanos. 
Como singela homenagem ao Buda Sakyamuni recordamos neste dia mais um fragmento do seu legado, integrado no Dhammapada (pensamentos proferidos por Buda em verso), do Canon Budista*:

-- Neste mundo, nunca pelo ódio

   Pode o ódio ser aplacado.
   Somente pelo amor.
   Esta é uma Lei eterna

-- O néscio, de pouca inteligência

   Dá-se à negligência.
   O sábio, como tesouro supremo, 
   Dá-se à diligência

-- Recusa a negligência

   E, nos prazeres, a cumplicidade.
   Quem medita com diligência
   Atinge grande felicidade

-- Não te intrometas nas faltas dos outros

   Nas coisas feitas ou deixadas por fazer.
   Pondera antes naquilo que tu fazes
   Ou deixas por fazer

-- Nem encostando-se a vida inteira ao sábio,

   Conhecerá o néscio a Verdade,
   Tal como a colher não sabe o sabor da sopa

-- O conquistador gera a inimizade;

   O derrotado vive em sofrimento.
   O pacificado repousa em felicidade,
   Renegando, de vitórias e derrotas, o tormento

-- Se verdadeiramente felizes,

    Vivemos sem ódio entre odiosos,
    Vivemos, libertos da aversão,
    No meio de homens horrorosos

-- Nem mãe nem pai nem parente

   Fazem tanto bem como aquele
   Que floresce da bem orientada mente

-- Não penses de forma ligeira sobre o mal,
   Dizendo: "Ele não virá para mim".
   Tal como o pote se enche com o cair das gotas,
   Também o néscio, recolhendo-o gota a gota,
   Se enche a si próprio com o mal

-- Não penses de forma ligeira sobre o bem,
   Dizendo: "Ele não virá para mim".
   Tal como o pote se enche com o cair das gotas,
   Também o sábio, recolhendo-o gota a gota,
   Se enche a si próprio com o bem
   
*- Retirado de "O Ensinamento de Buda" de Walpola Rahula, Editorial Estampa, 2005

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.