Theravada em Myanmar


Quando no séc. XIX o ensinamento original estava visivelmente descaracterizado e a prática ensinada por Buda envolvida crescentemente em práticas supersticiosas, foi na Birmânia, hoje Myanmar, que teve lugar o nobre movimento de recuperação da prática meditativa correcta que veio de novo iluminar o mundo Theravada através do surgimento de diversos mestres que deram corpo à revitalização da meditação Vipassana, o caminho para a libertação, sabedoria, visão interior, superação de samsara, Nirvana.

O Budismo em Myanmar (antiga Birmânia) é predominantemente da tradição Theravada. E desperta na população um sentimento talvez ainda mais forte que na Tailândia pois a religião é vivida mais intensamente e é dispendido mais tempo nos templos. Tal como na Tailândia, porém, a tradição do autodesenvolvimento através da meditação só atrai uma pequena parte dos monges e da população em geral. O resto do panorama da prática budista é vivido através de rituais, de cerimoniais, do estudo escolástico ou da intervenção social.

Em Myanmar, do mesmo modo que na Tailândia, só uma minoria dos seus mais de dez mil templos e centros são locais dedicados à meditação. Esta desenvolve-se ou em mosteiros dedicados à meditação, que contam com uma população residente de monges e onde a meditação é entendida como uma forma de vida, ou em centros de meditação, vocacionados para retiros intensivos tanto para monges como para laicos, de duração variável entre 10 dias e alguns meses, e que contam com um ou mais professores de meditação residentes. Há também situações intermédias onde o mosteiro, para lá de desenvolver a sua actividade monástica regular, tem suficiente dinamismo para acolher, em continuidade, uma população rotativa de visitantes em busca de retiros de meditação orientada.

Como nos restantes países da Theravada, o carácter mendicante do monasticismo está fortemente implantado em Myanmar, alimentando assim os laços entre as comunidades monástica e laica, aspecto ao qual Buda sempre atribuiu grande importância.



PRINCIPAIS MESTRES MODERNOS
Mahasi Sayadaw, Sunlun Sayadaw, Monhyn sayadaw,
Mogok Sayadaw, Ledi Sayadaw, Taungpulu Sayadaw,
U Pandita Sayadaw, Pa-Auk Sayadaw, SN Goenka,
U Janaka Sayadaw



A tradição de centros de meditação está fortemente estabelecida em Myanmar, os quais são normalmente personalizados, tal como na Tailândia, em torno de um professor principal, quase sempre fundador e monge. Porém, e ao contrário do que é regra na Tailândia, os grandes mestres da geração renovadora de Myanmar (Mahasi, Sunlun, Monhyn, Mogok, Ledi, etc) tenderam a adoptar como método de prática nos seus centros, o sistema por eles pessoalmente criado ou seguido na sua evolução espiritual. Porém, o método de Mahasi é adoptado em muitos centros de meditação da segunda geração de professores, tal como acontece, aliás, em muitos países.


CENTROS DE PRÁTICA ACTUAIS 
(a utilidade desta informação depende da sua actualidade. Se souber de dados incorrectos ou omissos, agradecemos que o comunique à ABT, para que outros possam também beneficiar desta partilha e solidariedade)
Os centros de meditação situam-se predominantemente nos Sagaing Hills, na zona central de Myanmar. Sagaing fica na margem ocidental do rio Ayeyawaddy, numa área pitoresca de clima fresco, serena, recatada e de grande beleza cénica que promove o espírito religioso. Os seus inúmeros mosteiros e instituições atraem devotos e praticantes durante todo o ano, em particular durante a lua cheia de Tazaungmon (Outubro/Novembro), quando o ar está mais límpido e claro.
Os interessados em praticar nos centros de meditação ou em mosteiros devem levar:
(1) camisas brancas com manga, longyis (sarongs), podem ser comprados em Myanmar (mulheres devem levar blusas escuras); (2)sandálias; (3) Remédios, vitaminas e higiene pessoal; (4) 10-20 fotos tipo passaporte;(5) Dinheiro em notas ou traveller checks em dollars. (6) por outro lado, deverão obter um formulário do Panditarama. Preenchê-lo e enviá-lo de volta ao Panditarama, o qual, depois de aprovado dará lugar a uma carta de recomendação do centro. Finalmente, há que obter um “meditation visa” na embaixada de Myanmar, preenchê-lo e apresentá-lo na embaixada para aprovação.



□ MAHASI SASANA YEIKTHA MEDITATION CENTRE
— Direcção: Buddha Sasana Nuggaha Organization
16, Sasana Yeiktha Road, Bahan,
Yangon (Rangoon) 11201, Myanamar
Tel.: +95-01 541971, 552501; Fax: +95-01 289960, 289961
Email: webmaster@mahasi.com; Web site: www.mahasi.com
— Localização: Fica a 20min de táxi desde o aeroporto Yangon Mingaladon, ou a 20min de táxi do Posto de Turismo no centro de Yangon.
— Prof.: Este é o centro de MAHASI SAYADAW, provavelmente a maior referência na meditação Vipassana moderna em Myanmar.
— Alojamento: Acomodação e alimentação gratuitos para meditadores estrangeiros durante toda a prática no centro. Monges, monjas e mulheres têm alojamento separado, atribuído à entrada. Quartos individuais para estrangeiros sempre que possível (por vezes há que partilhar). Quartos com colchão, roupa de cama e rede contra mosquitos.
— Meditação: Satipatthana Vipassana meditation. Não há retiros calendarizados, mas o centro recebe todos os que pretendam uma prática em full-time de meditação Vipassana, por um período entre 6 e 12 semanas.
— Rotina: Dia de prática começa às 3h00 da madrugada e continua até às 23h00 com intervalo para refeições, banhos, etc. Quase o dia inteiro em silenciosa prática meditativa individual alternando com meditação em grupo no hall de meditação. Entrevistas individuais regulares para reportar prática ao professor e receber deste orientação. Palestras regulares (em inglês).
— Serviços: É providenciado apoio médico no Centro em casos ligeiros e no Hospital Público em casos mais graves. Disponíveis clínicas privadas, mas a expensas do meditador.



□ PANDITARAMA SWE TAUN GON MEDITATION CENTRE
— Direcção: 80 A, Thanlwin Road, Shwe Gon Dine P.O, Bahan, Yangon, Myanmar. Tel.: +951-535448, 705525; Fax: +951-527171. Web site: web.ukonline.co.uk/buddhism/pandita.ht
— Prof.: VEN. SAYADAW U PANDITABIVAMSA, discípulo de Mahasi Sayadaw.
— Meditação: Vipassana segundo o método de Mahasi Sayadaw.



□ PANDITARAMA FOREST MEDITATION CENTRE (Hse Main Gon)
— É uma filial do Swe Taun Gon Meditation Centre e destina-se especificamente a ocidentais.
— Contacto: Tel.: +951-247211.
— Alojamento: Kutis espaçosas.
— Meditação: Grande hall de meditação de dois andares (para homens e mulheres)
— Rotina: Dia de prática começa às 3h00 da madrugada e continua até às 23h00, sendo as duas últimas horas de prática opcional.



□ PA-AUK FOREST MONASTERY
— Direcção: c/- Major U Khan Sain (Rtd) 653 Lower Maun Road, Mawlamyine, Mon State, Myanmar. Tel.: +953-222132. Web site: www.paauk.org. (Yangon contact: U Thet Tin, 30 Myananda Lane, Kyank Grove Quarter, Yankin Township, Yangon)
— Prof.: VEN. PA AUK SAYADAW
— Meditação: Método de meditação de Pa Auk.



□ CHANMYAY YEIKTHA MEDITATION CENTRE
— Direcção: 55 A Kaba Aye Pagoda Road, Kaba Aye P.O., Yangon (Rangon) 11061. Tel.: +951-661479; Fax: +951-667050
Email: chanmyay@mptmail.net.mm. Web site: www.chanmyay.org
— Prof.: VEN. SAYADAW U JANAKABIVAMSA
— Meditação: Vipassana segundo o método Mahasi



□ HMAWBI – CHANMYAY YEIKTHA MEDITATION CENTRE
— Direcção: 558, Bloco nº 3, Hmawbi Township, Yangon, Myanmar. Tel.: +951-620321. Email: chanmyay@mptmail.net.mm
Web site: www.chanmyay.org
— Prof.: VEN. SAYADAW U JANAKABIVAMSA
— Meditação: Vipassana segundo o método Mahasi.



MAHAVIJAYARANSI VIJJALAYA & MAHAATULARANSI DHAMMA YEIKTHA
— Direcção: Kya-Swa Chanung (Valley), Sagasaing Hills, Sagaing Township, Myanmar. Tel.: 0011 95 72 21541; Fax: 0011 95 72 22034. Email: ulkyaswa@myanmar.com.mm
— Prof.: Ven. Sayadaw U Lakkhana
— Meditação: Vipassana segundo o método Mahasi.



□ SHWE OO MIN DHAMMA SUKHA YEIKTHA
— Direcção: The “International Centre” Aung Myay Thar Yar Road
Gone Tala Poung village, Mingaladon Township, Yangon, Myanmar
Tel.: +95-1-636402. Email: headway@mptmail.net.mm
— Meditação: Meditação Cittanupassana Vipassana.
— Prof.: Ven. Sayadaw U Tejaniya.



□ MANN AI KHUR TAI TEMPLE
— Direcção: Dhamma Yeiktha Street, Lashio Northern Shan State, Myanmar
— Contactos: Zao Sra Pannavamsa, Zao Gandhama. Tel.: +958-223618
— Tradição: Theravada.
— Afiliação: Moe Kut, Mahasi Sayadaw.
— Prof.: Sao Gandhama.



S.N.GOENKA
— A estrutura Satya Narayan Goenka tem dois centros em Myanmar mas, tal como no resto do mundo, só estão abertos durante a realização de cursos de meditação. Para informação sobre a calendarização de cursos, consultar o web site: http://www.pt.dhamma.org/.